Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jane Austen Portugal

O Blogue de Portugal dedicado à Escritora

Jane Fairfax

 

Laura Pyper (2009); Olivia Williams (1997); Polly Walker (1996)

 

Confesso que sou uma grande fã de Jane Fairfax e que adorava poder ler a sequela que nos mostra o ponto de vista da história desta heroína (Jane Fairfax, Joan Aiken). Nunca compreendi como é que ela conseguiu suportar toda a insensibilidade e falta de carácter de Frank Churchill. Ela faz-me lembrar muito Elinor Dashwood, uma vez num comentário no Jane Austen em Português disse que Jane e Elinor teriam sido grandes amigas, coisa que nunca sucedeu com Emma (nem podia!).

 

A interpretação de Jane nesta última versão é muito fraca, Jane Fairfax apresenta-se-nos muito afectada. Na versão de 1996, Polly Walker mostra-nos uma Jane demasiado vaidosa, com muito pouco a ver com a tentativa de passar despercebida que lhe é inerente. A grande interpretação, no meu ponto de vista, é a de Olivia Williams, que nos oferece uma Jane reservada mas muito coerente e com um ar muito inteligente e acima de tudo, extremamente bela.

9 comentários

Comentar post