Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jane Austen Portugal

O Blogue de Portugal dedicado à Escritora

Entre Cunhadas: Elizabeth Darcy e Georgiana Darcy

 

Penso que para Lizzie, Georgiana foi a irmã mais nova que nunca teve. É óbvio que, dentro da família Bennet, e acreditando que Lizzie amava muito todas as suas irmãs, sabemos que a sua preferência incidia sobre Jane – o que se compreende.

 

Mary era demasiado “séria”, moralista e pretendia afirmar-se junto das irmãs, sendo o oposto de Lydia e tentando chamar à atenção por não ser nada do que Lydia era – e por isso, situando-se em extremos opostos, nem uma nem outra conseguia um certo equilibrio de carácter. Penso que era por esta razão que o espírito brincalhão e irónico de Lizzie não se compatibilizava com o de Mary. Além disso, acredito que Mary tinha grande inveja da relação que Lizzie tinha com o pai. Este último acompanhara a educação de Lizzie, guiando-a e formando-lhe o carácter – julgo que Mary desejava o mesmo e na sua falta, autoguiava-se, embora o resultado fosse menos proveitoso.

 

Quanto a Kitty, creio que Lizzie nunca se importou muito com ela, por esta se mostrar tão influenciável por Lydia – um pouco à semelhança do que fez Mr. Bennet.

 

Lydia, enfim, tendo a acreditar que Lizzie nunca teve qualquer expectativa em relação a ela. E à semelhança com Mary, por ter um carácter tão extremoso, Lizzie nunca soube estabelecer nenhum contacto. Talvez lhe achasse graça sem nunca a levar a sério.

 

Georgiana surge como uma Jane mais nova, a quem se pode dedicar e guiar, exercendo um bom ascendente. Julgo que se torna mais irmã de Georgiana do que de qualquer das suas outras três irmãs mais novas... mas não sei, talvez com Georgiana sobressaia mais um lado maternal do que fraternal.

 

Porém, e agora vou apontar um dedo ao carácter de Lizzie, duvido que Elizabeth se prestasse a grandes cuidados se Georgiana tivesse uma personalidade mais rebelde, pois parece-me que Elizabeth não perde tempo a tentar perceber a origem de certas atitudes ou comportamentos dos outros... ou pelo menos, assim era a Lizzie antes de se apaixonar por Darcy!