Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jane Austen Portugal

O Blogue de Portugal dedicado à Escritora

Shortstory 2 Parte 17

- Mr. Knightley, tem a certeza que o que me contou há pouco é verdade?- Emma estava sentada no jardim acompanhando o seu pai numa das poucas incursões de Mr. Woodhouse ao exterior da casa. Mr. Knightley acabava de passar por perto deles com intenção de se despedir antes de se dirigir a casa.

- Emma, que insistência no assunto! Sim, tenho a certeza. Miss Anne Elliot irá casar com o primo, Mr. Elliot. Não tenho razões para duvidar da autenticidade da história. Faz perfeito sentido.

Knightley acreditava saber a razão do interesse de Emma pelo assunto: se Anne Elliot casasse com Mr. Elliot, Wentworth ficaria disponivel. Não era difícil imaginar a sua querida Emma apaixonada pelo elegante Capitão, entretida com as entusiasmantes histórias que ele tinha para contar sobre os tempos passados na Marinha.

Emma tomou, nesse momento, uma decisão. Diringindo-se ao pai e a Mr. Knightley, disse com determinação:

- Muito bem, não tenho outra opção: é indispensável que se organize um baile!

Knightley não ficou surpreendido com a ideia. Mr. Woodhouse, por seu lado, ficou aterrorizado:

-Emma, que disparate. Juntar dezenas de pessoas? Não há melhor forma de propagar doenças.

- Pai, é uma distracção. E é até esperado que o façamos dado os numerosos novos conhecimentos que formamos nos últimos tempos. – disse Emma, esperando aprovação.

- Enfim…- Mr. Woodhouse cedeu, com pouca vontade.

Emma ficou felicíssima. Começou a planear nesse mesmo instante:

- Mr. Knighley, naturalmente, considere-se já convidado. Devo convidar os Darcy, os Brandon e os Ferrars e os seus conhecidos, e claro, os Elliot e Wentworth…

Mr.Woodhouse interrompeu-a:

- Minha querida, antes que me esqueça, gostaria de convidar um velho conhecido meu e a sua familia. Não sei se ele virá, mas talvez esteja disposto a viajar um pouco no Verão. Há vários anos que não o vejo mas temos mantido o contacto, trocando correspondência. O seu pai era um bom amigo.

Emma e Knightley ficaram surpresos com o pequeno entusiasmo mostrado por Mr. Woodhouse. Tal acontecimento só poderia ser bom presságio.

- Muito bem pai, é só dizer-me o nome do seu amigo e eu trato de tudo.

- Refiro-me a Sir Thomas Bertram. Minha querida, vou para casa pois acredito que já estive exposto ao Sol durante demasiado tempo. Até à próxima caro Knightley.

-Até à próxima Mr. Woodhouse.

Antes de acompanhar o pai, Emma dirigiu-se a Knightley e disse:

- Mr. Elliot não tem qualquer chance. Vou «casar» Anne Elliot e o Capitão Wentworth ou eu não me chamo Emma Woodhouse.- sorriu e acompanhou o pai.

Knightley ficou feliz por ter a certeza que Emma não estava romanticamente interessada em Wentworth e susurrou para si próprio:

- Desta vez até eu sou capaz de dar uma ajuda.

2 comentários

Comentar post