Os Pais em Jane Austen (I)

General Tilney

 

General Tilney é o pai de Eleanor, Frederick e Henry Tilney no romance "Abadia de Northanger". É o protótipo do "pai tirano" presente neste romance para enfatizar a paródia ao gótico que Austen pretende fazer - todo o romance gótico precisa de um bom vilão.

Dentro dos romances de Jane Austen, em que a autora faz, maioritariamente dos pais bons carácteres, este é a excepção.

 

 

General Tilney (Robert Hardy) 1986

 

Li no blogue Jane Austen's Today que a personagem do General Tilney foi baseado num familiar de Jane Austen na realidade - o General Edward Mathew, o sogro do irmão mais velho de Jane Austen, James Austen.

 

 

General Tilney (Robert Hardy) 1986

 

Este General (verdadeiro) serviu no Exército com a Guarda Coldstream na Europa, na Guerra da Independência Americana e foi Governador de Grenada nos seus últimos dez anos de serviço. Reformou-se e foi viver para o campo onde residiu numa Mansão em Laverstoke, perto de Steventon onde a família Austen residiu. As semelhanças com o General Tilney levam-nos a acreditar que ele foi a inspiração para a criação desta personagem.

 

 

General Tilney (Liam Cunningham) 2007

 

No romance, Catherine Morland, faz de General Tilney um assassino. E por momentos, leva-nos a acreditar nisso também. Vemos nele tudo o que um bom vilão deve ser: despótico, arrogante, irrascível e tirano!

 

 

General Tilney (Liam Cunningham) 2007

 

A última passagem do livro aponta-nos para General Tilney: "Eu deixo ao critério, para aqueles que desejarem, se a tendência deste romance é, no seu todo, para recomendar tirania parental ou para recompensar desobediência filial".

Clara às 15:19 | link do post | comentar | favorito