Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jane Austen Portugal

O Blogue de Portugal dedicado à Escritora

Top Jane Austen # 2

 

  • Citação favorita - São poucas as pessoas de quem gosto realmente e mais restrito ainda o número daqueles de quem faço bom juízo. Quanto mais conheço o mundo, maior é o meu descontentamento por ele; e a cada dia confirma a minha crença na inconsistência de todos os carácteres humanos e na pouca confiança susceptível de ser depositada na aparência quer do mérito como do bom senso. - Elizabeth Bennet
  • Há no mundo tão pouca amizade genuína. - Mrs Smith
  • No sofrimento e em tempos de provação é de egoísmo e impaciência, mais do que generosidade e coragem que se ouve falar. - Mrs Smith

 Escolho estas citações porque, ainda hoje, senão mais do que antes, são verdadeiras.

 

  • Momento do livro favorito - O encontro de Elizabeth e Mr. Darcy em Pemberley.

 

  • Momento do livro que mais a deixou enfurecida - Todos os que são protagonizados por Mrs. Norris (Mansfield Park) e ainda aquele em que Mr. Tilney expulsa Catherine da Abadia de Northanger.

 

  • Momento do livro que te pôs a rir - O pedido de casamento de Mr. Collins a Elizabeth Bennet.

 

  • Momento do livro que te fez sorrir / que te deixou feliz - todos os finais em todos os livros e o reencontro de Jane Bennet e Mr. Bingley.

 

  • Momento do livro que deixou triste / te fez chorar -  fiquei triste em todos os momentos em que o capitão Wentworth parecia ignorar Anne Elliot; quando Elizabeth recebeu a carta de Jane informando da fuga de Lydia e ainda quando Fanny Price é enviada de novo para casa dos pais.

 

  • Confissão de amor preferida nos romances - sem dúvida a carta do capitão Wentworth. "Não posso continuar a ouvir em silêncio. Tenho de falar consigo pelos meios que estão ao meu alcance. Trespassa-me a alma. Metade de mim é angústia, outra metade é esperança. Não me diga que é demasiado tarde, que sentimentos tão preciosos morreram para sempre. Ofereço-me de novo a si com um coração que é ainda mais seu do que antes, quando quase o despedaçou há oito anos e meio. "