Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jane Austen Portugal

O Blogue de Portugal dedicado à Escritora

Top Jane Austen

- Heroína FavoritaElizabeth Bennet, pelo carisma, irreverência, inteligência e por não ter medo do futuro numa época em que a acção das mulheres estava muito limitada em todos os planos, até no afectivo.

 

- Heroína menos preferidaEmma, porque a acho muito mimada e falsa quando à verdadeira noção de caridade. Porque nalguns momentos mostra arrogância e insensibilidade face aos sentimentos dos que a admiram verdadeiramente.

 

- Herói FavoritoMr.Knightley, pela sensatez, perseverança e bondade. E por se aproximar muito de alguns aspectos do carácter de Elizabeth Bennet.

 

- Herói menos preferidoMr.Bingley, por ser tão manobrável face a opiniões alheias e por isso quase ter perdido a oportunidade de ser feliz com Jane Bennet.

 

- Obra Favorita – Tem de ser no plural: Persuasão e O parque de Mansfield. A primeira pela perseverança e fortaleza de Anne e pelo espírito de redenção do Capitão Wentworth; a segunda pela complexidade da história, pela sua moral e pelo seu desfecho.

 

- Obra menos preferidaA Abadia de Northanger, porque não parece uma história escrita por Jane Austen. Será que alguém partiu de algumas ideias que ela teria escrito, completou a obra, e a apresentou com o seu nome?

 

- Citação favorita – De Orgulho e Preconceito: “É uma verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro na posse de uma bela fortuna necessita de uma esposa.” Numa frase curta e brilhante, Austen consegue sintetizar o móbil da sociedade da sua época. Também de Persuasão “Acontece, às vezes; uma mulher ser mais bonita aos vinte e nove anos do que foi há uma década antes, e, falando de uma maneira geral, se não houve nem falta de saúde nem ansiedade, trata-se de uma época da vida em que quase nenhum encanto se perdeu.” Porque nesta frase se dá uma lição à sociedade actual.

 

- Momento de livro favoritoQuando Anne lê a carta do Capitão Wentworth. Porque, finalmente, todos podemos respirar de alívio!

 

- Momento do livro que mais te deixou enfurecidaA conversa de Mrs.Dashwood com a madrasta do marido, isto é, quando irmã de Edward Ferras deixa claro que a sua mãe tem grandes aspirações profissionais e afectivas para o filho. Mais uma vez a fortuna tenta ter primazia sobre a verdadeira felicidade e os dignos desejos dos intervenientes.

 

- Momento do livro que te pôs a rir – Todos aqueles onde entram Mr.Collins ou casal Charllote e Thomas Palmer. Podiam ser irmãos gémeos na tolice!

 

- Momento do livro que te fez sorrir/deixou felizTodos os finais dos livros de Jane Austen! Esta autora deixa no leitor uma grata satisfação por fechar os seus enredos com justiça, sabedoria e bondade.

 

- Momento do livro que te deixou triste/te fez chorarNenhum porque desde que conheci Jane Austen, confio plenamente no seu discernimento. Porque sei que no final tudo vai acabar bem.

 

- Confissão de amor preferida nos romancesOs dos protagonistas de Orgulho e Preconceito e Persuasão, porque são os que considero mais intensos em toda a obra de Austen.

 

- Casal favoritoO casal Croft, pela dedicação mútua e pela aura de felicidade que irradiam.

 

- Casal menos favoritoOs pais de Fanny Price, pois são um casal degradante e obsceno do ponto de vista material e moral.

 

- Melhor "vilão"Willoughby, pelo seu desempenho e pela forma como se “desenrasca” na adversidade. Por ser muito parecido com Basílio, o protagonista do romance O Primo Basílio, de Eça de Queirós.

 

Melhor "Conquistador"Coronel Brandon, pela perseverança e dedicação devotada a Marianne Dashwood. Tenho esperança que ela o soube merecer.

 

- Melhor amiga preferidaCharlotte Lucas, porque de facto procura a sua estabilidade matrimonial e material, mas tentando não magoar a sua melhor amiga.

 

- Melhor personagem cómico - Mr.Collins e o casal Charllote e Thomas Palmer, porque são caricaturas fantásticas do seu tempo, e que prevalecem até hoje entre nós.

 

- Melhor história de amor secundária – Aquela que não se chegou a dar, porque eu acho que Susan e Tom Betram ficarão juntos. Tenho esperança e acredito que o bom senso de Susan e a redenção de Tom os tornou num casal muito feliz.

 

- Personagem masculina secundária preferidaCapitão Harville, porque sente verdadeira estima pelos seus amigos e apesar de tudo ajuda a preparar, reprimindo a sua mágoa, o casamento daquele que fora noivo da sua irmã.

 

- Personagem masculina secundária menos preferida Mr.Yates, o encenador frustrado, por ser uma personagem desprovida de qualquer interesse relacional.

 

- Personagem feminina secundária preferida - Georgiana Darcy, porque a acho extremamente simpática e devotada ao irmão e a tudo o que o possa fazer feliz.

 

- Personagem feminina secundária menos preferida - Mrs. Clay, porque toda ela transpira falsidade e traição.

 

- Relação de família (irmã-irmã; mãe-filha; irmão-irmã;...) preferida – Gosto muito da relação das irmãs Dashwoods, porque apesar de serem muito diferentes se completam e aprendem muito uma com a outra.

 

- Mais frustrante relação de famíliaMr.Rushworth com Maria Bertram, porque têm um final demasiado “trágico”.

 

- Melhor proposta recusada – sem qualquer dúvida, Elizabeth Bennet a Mr.Collins… palavras para quê?

 

 

7 comentários

Comentar post