Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jane Austen Portugal

O Blogue de Portugal dedicado à Escritora

Nova Versão de "Emma" é Fiel a Austen

Título original: This Emma Faithful to Austen (Janeiro 2010)
Retirado do site: The Chronicle Herald
Autor do Artigo: Alessandra Stanley do New York Times
Traduzido e Adaptado por Clara Ferreira

 

Pode haver demasiado de uma coisa boa, mas uma coisa fenomenal pode ser feita vezes sem conta. Para além de Orgulho e Preconceito, Importância de ser Justo e Star Treck, está também Emma.

 

Este é o romance mais encantador de Jane Austen (ou o segundo, um debate eterno) retorna à televisão numa nova versão da BBC.

Esta versão é fiel ao livro (...) Romola Garai é irresistível tal como Emma Woodhouse, eclipsando todas as suas predecessoras no papel. E Michael Gambon é distintivo tal como seria de esperar do pai hipocondriaco de Emma. Muito do sucesso das "Emmas" anteriores é devido também a personagens secundárias e Gambon não desaponta ninguém.

 

Esta Emma não brinca com a comédia delicada que é o cerne do romance (...). O início omite a famosa frase de Jane Austen na qual ela nos apresenta a heroina como "linda, inteligente e rica". Em vez disso, reinventa uma introdução (...).

 

Austen escreveu que iria criar uma heroína da qual poucos para além dela gostariam. A interpretação de Garai é agradável e exasperante nas exactas proporções, levando o autor a sentir isso mesmo.

A sua Emma é superior, nalguns momentos snob, noutros, perniciosa e extremamente idiota, longe da interpretação de Paltrow. Seu porte é mais "menina" do que de "senhora". Ela interpreta uma Emma espirituosa, elegante e que ainda é demasiado nova, como uma criança que brinca com os corações e futuro dos outros como se fossem bonecas.

 

Jonny Lee Miller não é o herói romântico, mas como Mr Knightley é um amigo atencioso com aquilo que Austen descreveu como sendo "correcto, decidido e com um carácter de comando". O seu afecto por Emma é óbvio mesmo quando discorda dela (...).

 

Blake Ritson, que interpretou o herói de Mansfield Park, aqui muda o seu bom aspecto e torna-se no hilariante e absurdamente vaidoso Mr Elton (...).

 

Austen foi satírica com o amor mas reverente com o dinheiro; ela tinha uma crença romântica nos poderes de cura da riqueza e educação. Esta Emma é fiel a essa visão - uma comédia de maneiras com uma paixão séria pela propriedade privada.