Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jane Austen Portugal

O Blogue de Portugal dedicado à Escritora

As torpezas de Thorpe #1

 

Dentre os "canalhas" que Jane Austen desenhou na sua escrita, John Thorpe é o mais medíocre de todos. Os outros, apesar de canalhas, possuem algum encanto - mesmo que ilusório e superficial. Com Thorpe isto não acontece. Desde a primeira linha escrita sobre ele constatamos que ele é medíocre e execrável. Estarei a ser cruel? Talvez. Mas, em nenhum momento, ao longo de Northanger Abbey, consegui sentir outro sentimento que não fosse aversão por John Thorpe.

 

"John Thorpe,(…) enquanto deu um toque ligeiro e indiferente na mão de Isabella, na direcção de Catherine atirou o pé atrás e fez uma meia vénia. Era um jovem robusto, de estatura média, com um rosto normal e sem qualquer graciosidade, que parecia recear parecer demasiado interessante a não ser que vestisse o fato de lacaio  e demasiado cavalheiro se não fosse descontraído quando devia ser educado, e descarado quando lhe era permitido ser descontraído"

 

Encontro uma grande ironia na voz de Jane Austen nesta descrição de John Thorpe. Neste parágrafo, ela deixa bem claro quem ele é. Deixa-nos de sobreaviso, como quem diz "cuidado, este ainda vai dar mais trabalho do que merece!". 

 

Busquei a palavra ideal para defini-lo. Não encontrei. Lembrei de fazer esta brincadeira com a sonoridade do nome dele: torpe. Contudo, ele é bem mais do que isso. Esgoto toda a adjectivação que encontro e a lista seria infindável, porque John Thorpe possui todas as características que são abomináveis aos meus olhos: mal-educado, pretensioso, arrogante, interesseiro, grosseiro, indiscreto, inconveniente, mentiroso, intriguista, vaidoso, enfadonho e pouco inteligente. Tudo isto não resulta de um espírito que não tenha tido oportunidade de se cultivar. Apesar de não ter muitas posses não seria propriamente destituído. Poderia ser uma pessoa melhor se o quisesse.