Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jane Austen Portugal

O Blogue de Portugal dedicado à Escritora

Fanny Price #4

- gata borralheira austeniana -

 

Fanny Price cresce a ser tratada como a prima/sobrinha pobre que está sempre disponível para atender as ordens e caprichos de todos. Quase que uma empregada de luxo. Mas Fanny revela-se ao longo da história. Prova que a grandeza de uma pessoa não reside na riqueza ou no título que possui. Ela mostra, com as suas atitudes que a superioridade revela-se através de um carácter firme e de virtudes vincadas. Entendam, Fanny não se vê assim. Aliás, pelo contrário, ela tem uma baixa auto-estima. Aceita o facto de ser tratada com pouco consideração como normal e merecida. Mas ela estava destinada a justiça e a recompensa pela sua maneira correcta de ser.

 

A nossa Fanny, heroína invisível, é também uma espécie de heroína distorcida. Definitivamente, não nasceu para ser uma estrela. Ela é uma versão empobrecida de Cinderela. Ela é uma Gata Borralheira Austeniana. Ela passa por inúmeras provações, chega ao fundo do poço e alcança o final feliz com o Príncipe que escolhe. Ela conquista o final que queria. Mas, a meu ver, esta é uma recompensa com sabor a prémio de consolação. Ganha o Príncipe. Contudo, questiono-me: Não teria sido melhor optar pelo Lobo Mau?