Persuasão - A minha visão pessoal

É dos meus livros favoritos. A brandura, serenidade e perseverança de Anne em relação ao amor rela e verdadeiro que sente por Wentworth e a força do amor de Wentworth que se manifesta até na sua aproximação a Louise Musgrouve cativaram-me desde a primeira vez que li este livro.

 

Anne é uma mulher branda e racional que consegue impôr-se aos outros por esta razão... Não é extrovertida, bonita e alegre conversadora mas a sua racionalidade leva a que seja sensata e que seja essa a forma como se impõe e se faz notar. E a forma como ama Wentworth e se rende a esse sentimento sem dramas, rendendo-se apenas ao que sente e tratando esse sentimento como era: inevitavel. Acho que no fundo Anne tinha consciencia de que deveria ter-se rendido a esse amor 8 anos antes... embora a sua sensatez e racionalidade lhe dissessem que ela tinha agido correctamente, que era muito cedo para que aquele amor pudesse ser vivido plenamente, no coração ela sentia que deveria ter ficado com o seu amor.

 

Wentworth é divino. Humano porque sente que tem de demonstrar que ultrapassou o desgosto de 8 anos antes mas um ser de sentimentos quando resolver assumir o quanto ama Anne.

 

Todos os personagens interagem para que toda a história se desenrole de forma passiva e branda...  

publicado por gilreu às 13:42 | link do post | comentar